Pesquisa pode ser arma de Serra para continuar na disputa

Pesquisa nacional realizada no início deste mês pelo Ibope, encomendada pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), para avaliar a expectativa do eleitorado em relação aos pré-candidatos à Presidência da República, está sendo apontada como um dos principais motivos do ânimo que o prefeito da Capital, José Serra, vem demonstrado, principalmente desde o último final de semana, para continuar na disputa pela cabeça de chapa do PSDB à Presidência da República.De acordo com fontes com trânsito entre os defensores da candidatura de Serra e a do governador Geraldo Alckmin, a pesquisa deve indicar queda do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) na preferência do eleitorado e a conseqüente recuperação dos índices do prefeito Serra, que havia perdido pontos nas últimas pesquisas de intenção de voto. Mesmo entre os alckmistas, a informação é de que não está descartada a possibilidade de o partido adiar o anúncio do nome do candidato do PSDB, previsto para esta terça-feira, para a realização de uma ampla consulta junto ao Diretório Nacional da legenda.MobilizaçãoNa tarde de hoje, alguns apoiadores da candidatura de Alckmin à Presidência da República já estavam se mobilizando junto às bases do partido, no intuito de garantir o apoio necessário ao governador, caso a decisão seja mesmo adiada para consulta ao Diretório Nacional. Apesar dessa mobilização e da manifestação de alguns apoios explícitos a Alckmin, como o do governador de Minas, Aécio Neves, os serristas acreditam que se a disputa for mesmo na base da consulta, José Serra deverá obter o apoio da maioria. Os alckmistas também fazem o mesmo cálculo.A pesquisa CNI/Ibope para presidente da República, que poderá se transformar no mais novo motivo do adiamento do anúncio do candidato presidencial do PSDB, foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) na última sexta-feira (dia 10), petição n.o 1789. A pesquisa foi realizada entre os dias 7 a 12 deste mês e deverá ser divulgada até cinco dias após o registro. Apesar da pesquisa estar na fase de fechamento de dados, fontes ligadas a este levantamento afirmam que é possível ter um quadro da avaliação política dos principais nomes envolvidos nessa disputa presidencial (quem cresceu e quem caiu por exemplo) antes mesmo do fechamento definitivo da pesquisa.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.