Pesquisa mostra que brasileiros estão otimistas

Mesmo com as diversas dificuldades vividas pelo País este ano, o otimismo ainda continua em alta entre a população em relação ao ano de 2002. Pelos dados da pesquisa elaborada pelo instituto Sensus para a Confederação Nacional do Transporte (CNT), dos 2 mil entrevistados entre os dias 6 e 11 deste mês, 70,3% esperam que 2002 será melhor do que 2001. Apenas 9,1% afirmaram que acham que o próximo ano será pior do que este. Em relação ao ano de 2001, as impressões ficaram divididas. Para 34,5% dos entrevistados, este ano foi igual ao de 2000. Outros34,2% afirmaram que ele foi melhor do que o ano passado e 30,6% avaliaram 2001 como tendo sido pior do que 2000. A soma dos percentuais dos que acharam que o ano foi igual com os que consideraram 2001 melhor que 2000 (68,7%) mostra que o resultado obtido pela Sensus é parecido com o da pesquisa Ibope divulgada na terça-feira, na qual 73% disseram que o próximo ano será muito bom e 68% afirmaram que 2001 foi um ano muito bom. A pesquisa também indica que já existe uma mobilização significativa da população em relação às eleições presidenciais de 2002. De acordo com os dados divulgados esta manhã, 51% disseram estar interessados no assunto ante 46,9% que afirmaram não ter interesse sobre a corrida presidencial. As eleições para governadores também já mobiliza a atenção de boa parte da população brasileira. Pelos dados da Sensus, 50,3% admitem já estarem acompanhando as movimentações enquanto 47,3% ainda estão apáticos a essa discussão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.