Pesquisa mostra que 85% das pessoas ouviram falar sobre denúncias da Petrobrás

Desse grupo, 68,9% consideram que a presidente Dilma Rousseff é "culpada" pelos malfeitos investigados na estatal

Ricardo Della Coletta, O Estado de S.Paulo

23 de março de 2015 | 17h03

 BRASÍLIA - Pesquisa CNT/MDA divulgada nesta segunda-feira, 23, revela que 85% dos entrevistados "têm acompanhado ou ouviram falar" das denúncias de corrupção na Petrobrás. Das pessoas que tomaram conhecimento dos escândalos na estatal, 68,9% consideram a presidente Dilma Rousseff "culpada" pelos malfeitos investigados. 

Já 23,7% não consideram a petista culpada e 7,4% não souberam ou não responderam à pergunta. O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi apontado "culpado" pela corrupção na estatal por 67,9% dos consultados, entre os que declararam saber das denúncias investigadas. Foram entrevistadas 2.002 pessoas em 137 municípios do País, entre os dias 16 e 19 de março de 2015.

A mesma pesquisa mostra que - entre aqueles que acompanharam as denúncias - o porcentual da população que tomou conhecimento da lista de políticos suspeitos de envolvimento no esquema é de 75,7%. Destes, 90,1% acreditam que eles estão de fato envolvidos (4,7% responderam "não").

A CNT/MDA também perguntou se os entrevistados acreditam que os envolvidos nos desvios serão ou não punidos. A maioria (65,7%) entre os que acompanham ou já ouviram falar do escândalo respondeu que "não" e 28,4% acham que eles serão punidos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.