Pesquisa mostra preferência do eleitorado paulista

Pesquisa da empresa Unidade de Pesquisa (UP), realizada entre os dias 5 e 9 de abril, com 2.500 pessoas, eleitores de 16 anos ou mais em todas as regiões do Estado de São Paulo mostrou que, pelo PSDB, o nome forte para pré-candidato ao governo estadual é Geraldo Alckmin, com 46% da preferência; e no PMDB, o favorito é Orestes Quércia, com 46,6%. Os resultados se referem a pesquisas isoladas.O ministro da Saúde, José Serra, alcançou o segundo lugar, na escolha do pré-candidato ao governo estadual, com 31,8%; vindo a seguir o ministro Paulo Renato, da Educação, com 1,9%; e depois a deputada federal, Zulaiê Cobra, com 1,2%. Em último está o secretário de Ciência, Tecnologia e Desenvolvimento de São Paulo, José Anibal, com 1% da preferência. Na capital, Alckmin alcançou 59,6% das preferências, seguido de José Serra, com 30,3%; na Grande São Paulo, Alckmin tem 47,3% e Serra, 30,7%; e no interior Alckmin 37,9% e Serra com 33,1%, mostrou a pesquisa a UP.PMDB com QuérciaO pesquisador Sidney Kuntz Júnior, da Unidade de Pesquisa, salientou que no PMDB, o candidato que surge com mais força, segundo a pesquisa é Orestes Quércia, que no total ficou com 46,6% dos votos, contra 20,6% de Michel Temer. Quércia é mais forte na Grande São Paulo, com 54% das preferências, vindo a seguir Temer com 15,6%. Na capital, Quércia tem 51,6% das preferências e Temer 22,4%. No interior, Quércia alcançou 41,1% das preferências, contra 21,4% de Temer e 37,6% não deram resposta.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.