Pesquisa indica que 59,7% dos brasileiros apoiam impeachment de Dilma

Mais de 96% dos entrevistados, no entanto, declararam que não participaram de nenhum protesto no último dia 15 contra o governo

Ayr Aliki e Ricardo Della Coletta, O Estado de S.Paulo

23 Março 2015 | 17h45

 BRASÍLIA - A 127ª Pesquisa CNT/MDA, divulgada na tarde desta segunda-feira, 23, pela Confederação Nacional do Transporte (CNT), revela que 59,7% dos entrevistados disseram ser a favor de impeachment da presidente Dilma Rousseff. 

Os que se manifestaram contrários somaram 34,7% e 5,6% não souberam ou não responderam. Parcela de 83,2% dos consultados disse apoiar a realização de manifestações como forma de protesto, embora 96,1% dos entrevistados declararam que não participaram de nenhum protesto no último dia 15 contra o governo da presidente Dilma Rousseff. Na pesquisa, 3,9% afirmaram que se envolveram em algum ato naquele dia. 


O levantamento apurou também percepções sobre a recente greve dos caminhoneiros. Fatia de 83,5% dos entrevistados acompanhou as paralisações, ocorridas em fevereiro e março, e 65,6% consideram que as paralisações de caminhoneiros tiveram impacto no preço ou na oferta de alimentos. Foram entrevistadas 2.002 pessoas entre os dias 16 e 19 de março de 2015 e a margem de erro é de 2,2 pontos porcentuais. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.