Pesquisa de março incluía nome de Ciro, diz CNI/Ibope

A CNI esclareceu hoje que não houve revisão dos números de preferência de voto dos candidatos do PT, Dilma Rousseff, e do PSDB, José Serra, na pesquisa feita em parceria com o Ibope e divulgada no mês de março.

LEONARDO GOY, Agência Estado

23 de junho de 2010 | 17h45

Naquela mostra, a CNI utilizou quatro listas para a realização da pesquisa estimulada para o primeiro turno das eleições presidenciais. O principal cenário levava em conta que, além de Serra, Dilma e Marina Silva (PV), Ciro Gomes (PSB) também disputaria a eleição. Neste cenário, Serra tinha 35%, Dilma 30%, Ciro 11% e Marina 6%. Na terceira lista, a CNI excluiu Ciro e manteve os três atuais presidenciáveis. Foi a partir deste cenário que a instituição fez a comparação com os dados da pesquisa divulgada hoje.

Na mostra de março, com este cenário, Serra tinha 38%, Dilma 33% e Marina 8%. Dessa forma, o porcentual de Dilma Rousseff subiu de 33% para 40% e o de Serra caiu de 38% para 35%.

Tudo o que sabemos sobre:
pesquisaCNIIbopeCiro Gomeseleição

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.