Pesquisa consolida tendência de 2º turno, diz Aécio

Candidato do PSDB criticou a condução da economia pelo governo Dilma e disse que País caminha para processo de estagflação

José Roberto Castro e Isadora Peron - O Estado de S. Paulo, O Estado de S. Paulo

19 de julho de 2014 | 12h50

Candidato ao Palácio do Planalto pelo PSDB, o senador Aécio Neves comentou neste sábado, 19, o resultado da pesquisa Datafolha divulgada no fim da semana. Para Aécio, o resultado consolida uma tendência da necessidade de segundo turno já que o levantamento aponta, pela primeira vez, que, nesse caso, haveria um empate técnico entre ele e a atual presidente Dilma Rousseff. Aécio acredita que em um embate direto com Dilma prevalecerá "o sentimento de mudança".

"Há hoje no Brasil um cansaço com relação à má condução da economia que tem nos levado a um processo de estagflação", criticou o tucano ao lado do governador Geraldo Alckmin. O presidenciável acusou também o governo de "abandonar obras fundamentais e estruturais" e disse que os petistas preferiram "o aparelhamento da máquina pública à meritocracia".

As declarações foram dadas após uma caminhada ao lado de correligionários na região da vila Gilda, Zona sul de São Paulo. Ainda hoje, o tucano participa do lançamento da candidatura de Renata Abreu (PTN-SP) no Centro de Tradições Nordestinas, na zona norte.
Tudo o que sabemos sobre:
EleiçõesSão PauloAécio

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.