Pesquisa associa renda à percepção de cumprimento da lei

Pesquisa realizada pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) mostrou que quanto maior a renda e a escolaridade dos brasileiros, menor é o Índice de Percepção do Cumprimento da Lei (IPCLBrasil). O indicador foi lançado pelo Centro de Pesquisa Jurídica Aplicada da Escola de Direito de São Paulo para avaliar o grau de percepção do brasileiro sobre o respeito às leis e às ordens de autoridades

Agência Estado

23 Abril 2013 | 15h17

Aqueles que recebem até dois salários mínimos apresentaram índice de percepção do cumprimento da lei mais elevado, de 7,6, em uma escala de zero a dez, do que os que recebem mais de 12 salários mínimos (7,2). Os que recebem de dois a quatro salários mínimos apresentaram índice de 7,4 e os que estão na faixa de quatro a 12 salários mínimos, de 7,3.

Em relação à escolaridade, os entrevistados que possuem escolaridade baixa apresentaram maior índice de percepção do cumprimento da lei (7,5), em contraste com os entrevistados com média e alta escolaridade: 7,0 e 7,1, respectivamente.

A primeira sondagem do índice cobriu o quarto trimestre de 2012 e o primeiro trimestre de 2013 e abrangeu oito unidades da Federação: São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Rio Grande do Sul, Bahia, Pernambuco, Amazonas e Distrito Federal. Foram entrevistadas 3,3 mil pessoas.

Mais conteúdo sobre:
pesquisafgvpercepçãoleis

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.