Pesquisa aponta: internautas estão vendo menos TV

Muita gente acreditava que, com a chegada da internet, a TV perderia boa parte de sua audiência. Fato consumado? Nem tanto. Enquete realizada entre 10 julho e 20 de agosto pelo Instituto de pesquisa QualiBest (que realiza estudos pela internet e os comercializa para o mercado publicitário) mostra que 22% dos participantes da enquete não deixaram de ver TV para usar a internet. De modo geral, o estudo aponta que eles não abandonaram a TV e sim diminuíram o tempo que passam diante dela para pode navegar mais na rede. Segundo a enquete, 18% dos internautas diminuíram em até 60% o tempo que consumiam vendo TV, depois que começaram a usar a internet. Entre os participantes, 16% afirmaram que passaram a ver 45% menos TV do que viam antes de virar internauta e apenas 4% substituíram um pelo outro, ou melhor, reduziram em quase 90% o tempo que viam TV depois da chegada da internet. Os resultados deixam claro que foram os mais jovens (até 20 anos de idade) que deixaram a TV mais de lado: 27% dizem que a chegada da internet reduziu em até 60% o tempo dispensado para a TV. Os que não trocam a TV por nada são os internautas com mais de 40 anos: 30% deles afirmam que não deixaram de ver seus programas favoritos por causa do computador. A enquete, que colheu dados de 281 pessoas - 51% do sexo feminino e 49% do sexo masculino - indica também que 26% dos internautas assistem à TV de uma a duas horas por dia. A fatia que assiste à TV de duas a três horas diárias alcança 23% dos internautas. Entre os programas prediletos da TV apontados pelos entrevistados estão: noticiários (com 75% dos votos), filmes (67%), novelas (56%) e esportes (48%). A maioria dos participantes tem entre 21 e 30 anos (57%) e metade deles mora na cidade de São Paulo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.