Pesca reduz em 90% população de peixes grandes

Nos últimos 50 anos, o homem consumiu mais de 90% dos grandes predadores marinhos, como atuns, peixes-espada, bacalhaus e tubarões. De acordo com estudo publicado na revista Nature, que circula nesta semana, a pesca intensiva reduziu os estoques dessas espécies a menos de 10% do original.O novo estudo é o primeiro a analisar o fenômeno em escala global - levou mais de dez anos, com base em dados de todas as grandes indústrias pesqueiras do mundo - e aponta resultados caóticos.Os grandes peixes oceânicos, os mais valiosos do mercado, não estão apenas diminuindo em números. Seu tamanho médio hoje varia de um quinto à metade do que costumava ser na década de 50.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.