Pernambuco começa a preparar velório de Campos

Cerimônia para candidato e seu assessor de imprensa será no Palácio Campo das Princesas, mas data depende da identificação dos corpos

Daiene Cardoso e João Domingos, enviados especiais, O Estado de S. Paulo

14 de agosto de 2014 | 12h19

Recife - O governo de Pernambuco deu início aos preparativos do funeral de Eduardo Campos, morto nessa quarta-feira, 13, em acidente de avião, em Santos (SP). Assim que o traslado dos corpos de Campos e de seus assessores for concluído, haverá um velório na calçada do Palácio Campo das Princesas e uma missa campal será celebrada pelo arcebispo de Olinda e Recife, Dom Fernando Saburido.

O velório de Campos vai ocorrer junto com o de seu assessor de imprensa, Carlos Percol, e de Alexandre Severo, fotógrafo oficial da campanha, também mortos no acidente. O ex-deputado federal e um dos coordenadores de campanha, Pedro Valadares Neto, deve ser velado em Sergipe. Já o corpo de Marcelo Lyra, cinegrafista oficial da campanha, deve seguir para Maceió (AL).

No início da manhã desta quinta-feira, 14,  o perito Antonio Nogueira, do Instituto de Criminalística, informou que as equipes de busca já encontraram todas as partes dos corpos das vítimas e a identificação já é realizada no Instituto Médico Legal (IML), da capital paulista.

O governador de Pernambuco, João Lyra Neto, seguiu para São Paulo nesta manhã para tratar da liberação dos corpos. Ainda não há expectativa de quando começará o velório. De acordo com a secretaria de Comunicação do governo pernambucano, Campos será enterrado no cemitério Santo Amaro, onde está enterrado seu avô Miguel Arraes.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.