Peritos não sabem o que causou enfarte em Cássia Eller

Peritos que necropsiaram o corpo da cantora Cássia Eller não souberam precisar o que provocou o enfarte que a matou. De acordo com o laudo do Instituto Médico Legal, "não há elementos tecnicamente hábeis para determinar a etiologia da morte". Diz o texto: "Os peritos concluem não possuir elementos tecnicamente hábeis suficientes para determinar a causa da primeira parada cardiorrespiratória, porém é possível concluir que as demais complicações descritas e diagnosticadas ocorreram em decorrência daquela; assim sendo, os peritos não se opõem a que a morte tenha ocorrido por infarto do micoárdio, devido a sucessivas paradas cardiorrespiratórias". O laudo é assinado pelos legistas Luís Vasconcelos Martinez e Antonieta Campos Xavier, em 29 de janeiro, dia em que se completou um mês da morte da cantora. De acordo com exame toxicológico feito pelo IML, não havia drogas no organismo de Cássia.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.