Perito investiga fita no caso Sudam

O foneticista Ricardo Molina viajou hoje a Manaus para obter informações sobre a veracidade de uma fita cassete que contém a gravação de uma conversa entre o empresário David Benayon e o deputado estadual Mário Frota (PSDB), ambos do Amazonas. A fita foi entregue a Molina pelo Senado. Ele explicou que não há previsão de quando o laudo sobre a veracidade da gravação estará concluído. Na fita, o deputado e o empresário discutem o pagamento de propina de R$ 5 milhões referente à Superintendência do Desenvolvimento da Amazônia (Sudam). Molina disse que já havia analisado a fita e emitiu um laudo, há duas semanas, em que constatou a autenticidade do material.De acordo com o perito, há diferença entre avaliação de autenticidade e de veracidade. Autenticidade refere-se ao produto, se houve edições, cortes e montagem da fita. Veracidade tem relação direta com o conteúdo. Ele contou que irá analisar se as vozes pertencem realmente a quem são atribuídas e se a gravação ocorreu de fato onde foi indicado.O perito se dirigiu a Manaus para visitar o gabinete de Frota, onde a conversa teria sido registrada. Deverá também colher amostra das vozes dos envolvidos para que sejam comparadas com as da gravação. Molina comentou que tem recebido várias fitas sobre o caso Jader Barbalho e encaminhado os laudos ao Senado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.