Perito descobre fraude no INSS por acaso em Cubatão

Um médico perito que trabalha no Posto de Atendimento do Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS) de Cubatão, na Baixada Santista, descobriu nesta segunda-feira (27), um esquema que tentava fraudar o órgão. A descoberta aconteceu por acaso: era do próprio médico o carimbo em um dos atestados falsos encaminhados ao posto. Duas pessoas foram presas.A operadora de caixa de supermercado Luciene dos Santos Gomes de Oliveira foi presa após confessar que os dois atestados, que apresentou ao instituto para confirmar o afastamento de 20 dias do trabalho, eram falsos. Luciene informou à polícia o nome e o endereço de Rui Barbosa de Souza, de quem havia comprado os atestados por R$ 70 cada. A polícia foi até a residência de Souza e o prendeu em flagrante. Na casa, foram encontrados carimbos de empresas e médicos da cidade, carteiras de trabalho e folhas de papel timbrado da Prefeitura de Cubatão. O atestado com o carimbo do perito era de uma Unidade Básica de Saúde de Cubatão, onde o médico já trabalhou.Os dois acusados foram encaminhados à Polícia Federal, que instaurou inquérito. Luciene e Souza foram indiciados por falsificação de documento público, falsificação de documento particular e uso de documento falso, crimes com penas que variam de dois a seis anos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.