Perillo vê desarticulação do governo no Congresso

O governador de Goiás, Marconi Perillo (PSDB), disse hoje que a aprovação do Código Florestal em primeira votação na Câmara mostrou uma desarticulação do governo na negociação sobre o tema. "O setor do agronegócio está muito articulado no Congresso e eles têm defendido alterações consideradas por eles pertinentes, assim como os ambientalistas também travam uma batalha defendendo seu ponto de vista. Se percebe que há uma certa desarticulação do governo no Congresso Nacional", disse o governador no primeiro dia do BIOSForum, evento que discute o desenvolvimento sustentável no País, em São Paulo.

DAIENE CARDOSO, Agência Estado

25 de maio de 2011 | 10h46

Perillo defendeu que haja uma discussão mais ponderada no Congresso sobre meio ambiente e economia. "Toda questão que envolva alimentos e meio ambiente precisa ter uma discussão desapaixonada, precisa estar no contexto de uma discussão técnico-científica", afirmou.

Palocci

Embora faça elogios ao papel desempenhado pelo ministro-chefe da Casa Civil, Antonio Palocci, tanto no governo de Luiz Inácio Lula da Silva como no de Dilma Rousseff, Perillo defendeu hoje que o ministro dê uma explicação convincente à sociedade sobre a evolução repentina de seu patrimônio. "Acho que nunca é demais explicar direitinho quando há dúvida em relação a determinado procedimento", sugeriu o tucano.

Perillo lembrou a importância de Palocci como ministro da Fazenda no governo Lula. "Considero o ministro Palocci uma pessoa habilidosa, respeitosa em relação aos governadores de oposição e uma pessoa que foi importante na transição do governo Fernando Henrique para o governo Lula", elogiou, ao se referir à pressão de alguns setores para que ministro deixe o governo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.