Peres: PFL entregou Senado "de bandeja"

O candidato da oposição à presidência do Senado, senador Jefferson Peres (PDT-AM), disse que seu adversário peemedebista, Jader Barbalho (PA), já é o novo presidente da Casa, em razão do lançamento da candidatura do senador Arlindo Porto (PTB-MG) pelo PFL. "Entregaram o cargo para Jader Barbalho de bandeja. Nunca vi tanta incoerência", disse Jefferson Peres, após saber que o candidato da chamada ?terceira via? é o senador Porto. Na avaliação de Peres, essa decisão do PFL, partido do presidente do Senado, Antonio Carlos Magalhães, decretou também a morte da candidatura do deputado Inocêncio Oliveira (PFL-PE) à presidência da Câmara. Ele disse que não aceita fazer uma composição agora com o PFL e o PTB para derrotar Jader Barbalho, proposta feita pelos pefelistas durante entrevista na qual foi anunciada a candidatura de Arlindo Porto: "Seria aceitar o veto do Palácio do Planalto ao meu nome". Peres disse que ficará satisfeito se conquistar os treze votos do bloco de oposição. Ele admitiu que há resistências no PSB, que tem três senadores, à sua candidatura. Jefferson Peres avalia ainda que, com a vitória de Jader Barbalho, Antonio Carlos Magalhães "sai muito fragilizado". Segundo ele, está claro que hoje existem dois PFLs: um palaciano e um carlista.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.