Pensamento de Temer não expressa o do PMDB, diz Sarney

O presidente do Senado, José Sarney, criticou o presidente do PMDB, deputado Michel Temer (SP). Sarney, que também é do PMDB, disse que é contra a convocação da convenção do partido para o dia 12 de dezembro, marcada para decidir se o PMDB fica ou não na base aliada do governo. "É um gesto pessoal do presidente Temer. A maioria da Executiva e dos diretórios é contra a convenção. O pensamento do presidente Temer não expressa o pensamento do partido. Na realidade, se fosse um sistema de parlamentarismo na direção do partido era uma moção de desconfiança porque a maioria não deseja isso e não se pode caminhar nesse sentido", afirmou Sarney, referindo-se a convenção do PMDB. O presidente Sarney defendeu ainda que o PMDB tenha um espaço maior no governo sob a alegação de que isso é importante para a governabilidade do País. No entanto, não foi claro se o partido receberia mais um ministério.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.