Penna do PV avalia que Lula transfere votos para Haddad

O presidente nacional do PV, José Luiz de França Penna, reconheceu nesta noite que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva pode transferir votos para o pré-candidato do PT à prefeitura de São Paulo, Fernando Haddad. O dirigente verde, que assiste ao desfile das escolas de samba paulistas no camarote da Prefeitura de São Paulo considerou que o ex-presidente petista é um "ícone da politica nacional" e lembrou que o PT tem um volume de votos relevante na cidade de São Paulo. "É claro que ele transfere, pois é um ícone da política nacional", disse.

GUSTAVO URIBE, Agência Estado

18 de fevereiro de 2012 | 23h27

O dirigente do PV defendeu que o partido tenha um nome próprio para a disputa eleitoral em São Paulo e disse que é entusiasta da candidatura do secretário municipal do Verde e do Meio Ambiente Eduardo Jorge. Ele afirmou ainda que a eventual entrada do ex-governador de São Paulo, José Serra, na disputa eleitoral qualifica as eleições municipais e pode produzir efeitos em outras candidaturas, sem especificar quais seriam eles.

O ex-governador Serra tem, nos últimos dias, avaliado se vai ou não disputar a sucessão à Prefeitura de São Paulo pelo PSDB. A movimentação política produziu um racha no partido em São Paulo, uma vez que parte da militância tucana teme que a disputa por prévias, marcada para março, seja suspensa em virtude da candidatura do cacique tucano. (Gustavo Uribe)

Tudo o que sabemos sobre:
eleiçãoSão PauloPV

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.