Peluso vota contra intervenção no Distrito Federal

Em seu voto, observou que medidas foram tomadas para tentar controlar os problemas recentemente vividos na capital

Mariângela Gallucci, da Agência Estado

30 de junho de 2010 | 17h08

BRASÍLIA - O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) e relator do pedido de Intervenção Federal (IF) 5179, Cezar Peluso, terminou de ler o seu voto no plenário do STF contra o pedido de intervenção no Distrito Federal feito pelo procurador-geral da República, Roberto Gurgel. Em seu voto, Peluso observou que medidas foram tomadas para tentar controlar os problemas recentemente vividos no Distrito Federal, que culminaram inclusive com a prisão do ex-governador José Roberto Arruda.

Peluso afirmou que, em breve, a população do Distrito Federal terá a oportunidade de escolher democraticamente o seu governador. Peluso é o relator do pedido de intervenção que está em votação nesta quarta-feira no plenário do STF.

Depois do seu voto, o julgamento foi suspenso para intervalo. No retorno, os outros ministros deverão se manifestar sobre o pedido de intervenção federal.

Tudo o que sabemos sobre:
mensalãoDFintervençãoSTF

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.