Pefelista pede parecer sobre "crime de omissão"

O senador Geraldo Althoff (PFL-SC) encomendou à sua assessoria um estudo sobre a possibilidade qualquer pessoa que tenha tido acesso à lista da votação da sessão em que foi cassado o ex-senador Luiz Estevão vir a responder por crime de omissão. Althoff acredita que o parecer será no sentido da incriminação. O senador votou a favor do relatório do senador Saturnino Braga (PSB-RJ) no Conselho de Ética do Senado, mas com uma declaração de voto em que fazia restrições ao fato de o relator indicar a cassação como pena para os dois senadores que violaram o painel - José Roberto Arruda (Sem partido-DF) e Antônio Carlos Magalhães (PFL-BA).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.