Pefelista critica proposta para o ISS

O prefeito de Curitiba, Cassio Taniguchi (PFL), criticou o fato de o governo federal pretender tomar para si a função de estabelecer uma alíquota mínima para o Imposto Sobre Serviços (ISS). "Retira mais um pedaço da autonomia municipal, que já tem a vinculação de receitas", disse. "Acaba fazendo do prefeito um mero gestor de recursos carimbados." No entanto, Taniguchi considera válida a intenção de acabar com a guerra fiscal. "Aí é vantajoso", acredita. "Mas também é necessário que o governo federal estabeleça políticas de redistribuição de renda e receita no Nordeste, e em outros locais onde há desigualdade." O governador do Paraná, Jaime Lerner (PFL), disse que ainda é cedo para fazer uma avaliação das conseqüências para o Paraná da fixação de cinco alíquotas unificadas para o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS). "Tenho certeza de que, se a medida não tiver justiça, não vai sobreviver e, se for justa, será justa também para o povo do Paraná", afirmou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.