Peemedebista admite concorrer à presidência da Câmara

A guerra aberta pelo cargo de presidente da Câmara começou. Ante a articulação de setores do Palácio do Planalto e da ala governista do PMDB pela reeleição do atual presidente, deputado Aldo Rebelo (PC do B-SP), o deputado federal Geddel Vieira Lima (PMDB-BA) reagiu falando na possibilidade de lançar sua candidatura. "O PMDB não vai abrir mão da presidência da Câmara, porque está legitimado para isso", afirmou há pouco Geddel Vieira Lima, referindo-se ao fato de o partido ser hoje a maior bancada da Câmara, com 89 deputados, o que lhe dá o direito de indicar o presidente da Casa. "Eu, que nunca me declarei candidato, já admito disputar, assim como também posso ajudar a articular o partido em torno do nome do deputado Eunício Oliveira", acrescentou.

Agencia Estado,

16 de novembro de 2006 | 21h13

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.