Pedro Novais chega para encontro com Temer e diz ignorar conteúdo de reunião

Após novas denúncias, previsão é que ministro do Turismo entregue sua carta de demissão ainda nesta quarta

Tânia Monteiro, de O Estado de S.Paulo, O Estado de S.Paulo

14 de setembro de 2011 | 17h39

O ministro do Turismo, Pedro Novais, acaba de chegar ao gabinete do vice-presidente Michel Temer, onde também se encontra o líder do PMDB na Câmara, Henrique Eduardo Alves (RN). "Não sei que reunião é... Vou saber agora. Vim conversar com meu amigo Michel Temer", disse Novais ao chegar à vice-Presidência com uma expressão assustada.

 

Novais deve entregar sua carta demissão nesta quarta-feira, 14, à presidente Dilma Rousseff. O PMDB retirou o apoio que mantinha até agora ao posto de Novais na tentativa de contornar a crise com o ministro do Turismo.

Desde o início do ano, nome de Pedro Novais aparece no noticiário, como o do jornal O Estado de S.Paulo, que revelou o uso de diárias da Câmara dos Deputados para pagar motel e, mais recentemente, as denúncias do jornal Folha de São Paulo de que Novais também utilizou recursos de seu gabinete como deputado para pagar uma governanta e um motorista.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.