Pedro Corrêa quer voltar a atuar como médico

Defesa do ex-deputado informou que pedirá transferência para Recife

AE, Agência Estado

05 Dezembro 2013 | 21h46

Brasília - A defesa do ex-deputado e ex-presidente do PP, Pedro Correa, pedirá a transferência do cliente para o Recife e autorização para que trabalhe como médico. Correa se entregou no final da tarde desta quinta-feira, 5, na superintendência da PF em Brasília e pediu ao advogado para que garanta acesso a medicamentos de que necessita.

"Vou lutar por cada centímetro de direito do meu cliente", disse o advogado Marcelo Leal. Segundo o advogado, Correa já passou por exame de corpo de delito e em seguida seria levado ainda nesta quinta-feira para a ala de regime semiaberto no Presídio da Papuda. O ex-deputado foi condenado a7 anos e 2 meses pelos crimes de corrupção ativa e formação de quadrilha.

Notícias relacionadas
Mais conteúdo sobre:
Mensalão Correa transferência

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.