Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Pedrinho decide morar com os pais biológicos

Nos primeiros meses após descobrir a identidade dos pais biológicos, Jayro e Maria Auxiliadora Braule Pinto, Pedrinho continuou morando em Goiânia com Vilma Martins Costa. Vilma era acusada de ter sequestrado o filho 17 anos atrás de uma maternidade em Goiânia. Desde maio, ela está presa na Casa de Prisão Provisória, em Aparecida de Goiânia, sob acusação de seqüestrar Pedrinho e uma filha, Roberta Jamilly. Antes mesmo da prisão de Vilma, Pedrinho já tinha saído de casa e dividia um apartamento com amigos. Aos poucos, Pedrinho passou a conviver com os pais biológicos: visitava-os nos fins de semana e passou férias, Natal e aniversários com eles. A aproximação ocorreu ?naturalmente?, segundo o rapaz. ?Sempre disse que não seria de uma hora para outra que mudaria toda minha vida.? A boa convivência com os pais e a constatação de que emBrasília teria mais chance de se preparar para o vestibular o fizeram mudar de endereço.?É muito massa estar em casa?, admite. O pai Jayro diz quePedrinho, agora, ?está no lugar dele, de onde nunca deveria ter sido tirado?. O pai comemorou a volta do filho. ?É mais um nascimento?, disse Jayro que, hoje, levou o filho para o primeiro dia de aula no Colégio Leonardo da Vinci.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.