Pedófilo é preso em Santa Catarina

O funcionário da Assembléia Legislativa de Santa Catarina Luiz Lopes Vieira Filho, de 38 anos, foi preso na noite de quarta-feira depois de ser surpreendido em uma blitz da Polícia Rodoviária Federal na BR-101, em Santa Catarina: no interior do carro, foram encontradas duas fitas de vídeo gravadas por ele mesmo cometendo atentado violento ao pudor contra uma menina de cinco anos, que estava em sua companhia no veículo.Nesta sexta-feira, a polícia apurou que o funcionário já havia sido condenado em 1996 por crime semelhante e suspeita que ele possa fazer parte de uma quadrilha que explora a pedofilia.De acordo com o comissário de polícia Ecil Eger, Luiz aproveitou a intimidade que tinha com a família da criança para sair com ela, alegando que iria levá-la ao parque Beto Carreiro, e ainda pediu a filmadora emprestada para gravar lembranças do passeio. O crime ocorreu em um hotel de Balneário Camboriú. Quando retornava, ele viu a barreira policial em Itapema (a 66 km de Florianópolis) e tentou se esquivar, mas não conseguiu. Os policiais desconfiaram quando a menina negou que fosse sua filha, conforme dissera. Na revista ao carro, foram encontradas as fitas e a filmadora.Detido na delegacia de Itapema, ele deve ser transferido para o presídio de Tijucas. Conforme o comissário, seu advogado pediu uma cela isolada, temendo represálias por parte de outros detentos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.