ANDRE DUSEK | ESTADÃO
ANDRE DUSEK | ESTADÃO

Pedir suspensão do inquérito é um direito de Temer, diz presidente do DEM

José Agripino afirmou ainda que o partido não agendou qualquer reunião para discutir a participação no governo

Isabela Bonfim, O Estado de S.Paulo

20 de maio de 2017 | 17h32

BRASÍLIA - O presidente do Democratas (DEM), senador José Agripino (DEM-RN), comentou o pronunciamento de Michel Temer (PMDB), na tarde deste sábado, 20, em que o presidente anunciou que vai pedir a suspensão do inquérito que foi aberto contra ele no Supremo Tribunal Federal (STF). "Não cabe a mim concordar ou não. O presidente está exercendo um direito que lhe assiste. Ele peticiona e o STF acata ou não", afirmou. 

Agripino afirmou ainda que, diferentemente de outras bancadas, o Democratas não agendou qualquer reunião para discutir nesta semana a participação no governo.

"Não marcamos e não vamos ter reunião. Estamos acompanhando as notícias e, se for necessário, teremos alguma conversa. Por enquanto não é", disse." Todos os dias aparecem fatos novos. Hoje, por exemplo, apareceu essa alegação da defesa do presidente."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.