Andre Dusek/Estadão
Andre Dusek/Estadão

Pedido para investigar Lula é 'lamentável', diz Maia

Presidente da Câmara afirma que, após investigações, 'não cabe ilação' sobre o tema

DENISE MADUEÑO, Agência Estado

01 de novembro de 2012 | 16h28

BRASÍLIA - O presidente da Câmara, Marco Maia (PT-RS), considerou "lamentável" a eventual retomada de investigações sobre o mensalão com novo depoimento do publicitário Marcos Valério ao Ministério Público. "A expectativa de todos e da sociedade é que essa página do mensalão seja virada com o julgamento do Supremo Tribunal Federal. É lamentável a tentativa de querer retomar o processo de investigação no momento do julgamento", disse Maia.

"Eu colocaria essas afirmações, esse suposto novo depoimento, no que chamamos de ''jus sperniandi''. Depois de todas as investigações feitas, não cabe ilação sobre esse tema, principalmente nessa direção de envolver o ex-presidente Lula. Isso já foi exaustivamente investigado pelo Ministério Público e pelo próprio Supremo. Não deve ser levada em consideração", disse.

Reportagem publicada na edição desta quinta-feira, 1, do jornal O Estado de S.Paulo revela que o publicitário Marcos Valério prestou depoimento ao Ministério Público, no mês de setembro, citando Lula e o ex-ministro Antônio Palocci no esquema. Apontado na denúncia do Ministério Público como o operador do mensalão, Marcos Valério foi condenado no julgamento do Supremo pelos crimes de corrupção ativa, formação de quadrilha, lavagem de dinheiro, evasão de divisas e peculato.

Tudo o que sabemos sobre:
mensalaoLulaoposiçãoMarco Maia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.