Pedida abertura de processo contra senadores

O Senado encaminhou ao Conselho de Ética representação contra os três senadores acusados de envolvimento com a máfia das ambulâncias. "Por determinação do senador Renan Calheiros, presidente do Senado Federal, foi protocolada nesta quinta-feira, no Conselho de Ética da Casa, representação aprovada pela Mesa Diretora, referente às denúncias no caso da venda de ambulâncias", afirma a nota divulgada na manhã desta quinta-feira, 24, pelo Senado.Os senadores acusados de envolvimento no esquema das ambulâncias são: Ney Suassuna (PMDB-PB), Magno Malta (PL-ES) e Serys Slhessarenko (PT-MT) está aberto.Renan tentou atrasar o processos, no início da semana, encaminhando o relatório da CPI dos Sanguessugas ao Conselho de Ética, como uma denúncia e não uma representação. Como denúncia seriam necessárias investigações preliminares para decidir sobre a abertura ou não de processo. Agora como representação, o processo que poderá levar à cassação é automaticamente aberto.Matéria alterada para correção de informação

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.