PEC do voto aberto na Câmara pode ser votada ainda em 2006

O presidente da Câmara dos Deputados, Aldo Rebelo (PCdoB), anunciou nesta quinta-feira que pretende colocar em votação ainda nesse ano o segundo turno da PEC do voto aberto. Segundo informações da Agência Câmara, Aldo disse que só não colocará a proposta em votação na próxima semana porque já existem votações importantes marcadas, como a eleição de um novo ministro para o TCU e o pedido de cassação do mandato do deputado licenciado José Janene (PP-PR) - acusado de participar do esquema do mensalão.Aldo ressaltou que o fim do voto secreto ainda está pendente de votação na Câmara e no Senado. Sobre a possibilidade de adoção de urnas eletrônicas para as votações secretas da Câmara, afirmou que não há contradição em discutir as mudanças no sistema de votação secreta da Casa ao mesmo em que se discute o fim dele para todas as deliberações do Legislativo.Segundo ele, será um avanço importante a adoção da urna eletrônica enquanto existirem votações secretas, em razão da agilidade que poderá ser dada às decisões.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.