PEC da irrigação é aprovada e segue para o Senado

Duas semanas depois de ter sido aprovada em primeiro turno, a Proposta de Emenda à Constituição que estende até o final de 2028 a obrigação de aplicação, pela União, de porcentuais mínimos de recursos destinados à irrigação ao Centro-Oeste e ao Nordeste teve sua votação concluída na noite desta quarta-feira, 11. Todos os 354 deputados que votaram apoiaram a aprovação do segundo turno do projeto.

RICARDO DELLA COLETTA, Agência Estado

11 Dezembro 2013 | 20h05

Agora, a Proposta de Emenda à Constituição segue para o Senado, onde também precisa ser avaliada em duas rodadas. Pelo texto aprovado, o governo deverá investir 20% dos recursos de irrigação no Centro-Oeste e 50% no Nordeste. Do montante destinado às duas regiões, metade precisa ser aplicado em projetos de irrigação que beneficiem agricultores familiares.

Mais conteúdo sobre:
PEC da irrigaçãoSenado

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.