PDT vai propor CPI do Apagão ou ação judicial

Lideranças do PDT iniciam nesta segunda-feira no Congresso ummovimento pela CPI do Apagão, que investigaria a falta de investimentos no setor elétrico após as privatizações.A decisão foitomada nesta segunda em reunião da Executiva Nacional do partido presidida por Leonel Brizola.?Vamos discutir com lideranças deoutros partidos como punir, por crime de responsabilidade, as autoridas que não tomaram medidas necessárias para evitar odano à população provocado pelos apagões?, afirmou o deputado federal Vivaldo Barbosa (RJ), encarregado das articulações noCongresso.Barbosa disse que o PDT quer discutir com os partidos a melhor forma de apurar a responsabilidade do governo na criseenergética.?Se não for CPI, pode ser uma ação judicial, ou uma comissão interna?, afirmou.Ele reagiu à afirmação do presidente Fernando Henrique Cardoso, que se disse "pego de surpresa" pela dimensão da crise.?Não é possível que em seis anos de governo ele não tenha tomado conhecimento da situação do setor de energia?, acusou.Em nota divulgada à imprensa, a Executiva Nacional diz que o ?Brasil está diante de um quadro dramático de prejuízosseríssimos para a economia, o emprego, o ensino, e os direitos da população?.?O PDT considera que não há dúvidas de que oatual governo é o responsável por termos chegado a esta crise, seja por suas ações de privatização imprudente no setorelétrico, seja pela escandalosa omissão nas providências que lhe cabiam.?

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.