Dida Sampaio|Estadão
Dida Sampaio|Estadão

PDT fecha questão e PT também deve apoiar candidatura de Marcelo Castro à presidência da Câmara

Apoio de bancada pedetista deve dar 19 votos a ex-ministro; petistas falam em 48

Isabela Bonfim e Ricardo Brito, O Estado de S.Paulo

13 de julho de 2016 | 12h00

BRASÍLIA - O PDT vai fechar questão em apoio à candidatura de Marcelo Castro (PMDB-PI) à presidência da Câmara dos Deputados nesta quarta-feira, 13. A bancada, que tem 19 mebros, está reunida na sala da liderança do partido na Casa. A informação é da assessoria da legenda.

O presidente da sigla, Carlos Lupi, está presente na reunião e coordena a guinada da bancada. Ainda há resistência entre alguns deputados do partido em apoiar Castro, mas Lupi acredita que conseguirá transferir a maior parte dos votos para o peemedebista.

Após a reunião, Lupi deve se reunir com outros partidos representantes da esquerda para buscar apoio. 

O líder do PT na Câmara, Afonso Florence (BA), afirmou nesta quarta que a tendência da bancada é apoiar a candidatura do deputado Marcelo Castro (PMDB-PI) à Presidência da Câmara. Segundo ele, o partido deve dar 48 dos 58 votos para Castro, ex-ministro da Saúde do Governo Dilma Rousseff e um dos poucos peemedebistas a votar contra o impeachment da presidente afastada.

Florence disse que, sobre os demais votos, deputados da legenda devem se distribuir em apoios a Luiza Erundina (PSOL-SP), Giacobo (PR-PR) e Rodrigo Maia (DEM-RJ).

A coordenação da bancada vai se reunir às 12 horas para definir a orientação da legenda para a sucessão de Eduardo Cunha (PMDB-RJ) no comando da Câmara, cuja escolha começará a ser definida na tarde desta quarta.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.