Agência Senado
Agência Senado

PDT expulsa senador por votar a favor da PEC do Teto

Decisão de expulsar Telmário Mota (RR) ainda precisa ser referendada pelo Diretório Nacional da legenda; os três senadores que eram do partido na época da votação eram a favor da proposta

Igor Gadelha, O Estado de S.Paulo

17 de janeiro de 2017 | 15h07

Brasília - A Executiva Nacional do PDT decidiu nesta terça-feira, 17, expulsar o senador Telmário Mota (RR) por ter votado no ano passado a favor da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que cria um teto para os gastos públicos da União por 20 anos. O parlamentar acusou o presidente do partido, Carlos Lupi, de "cara de pau" ao comandar a sua expulsão.

Os três senadores que eram do PDT na época da votação da PEC do Teto no Senado votaram a favor da proposta: Telmário, Lasier Martins (RS) e Pastor Valadares (RO). Lasier já deixou o partido no fim do ano passado. Já o caso de Valadares será analisado posteriormente, porque ele era suplente na época da votação.

De acordo com o partido, a Executiva decidiu expulsar Telmário, mas ainda precisa ser referendada pelo Diretório Nacional da legenda. Nesse intervalo, o parlamentar de Roraima pode apresentar sua defesa. Nos bastidores, porém, integrantes do PDT consideram que dificilmente a expulsão será revertida.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.