PDT desiste de adiar destaques ao orçamento de 2002

O deputado Fernando Coruja (PDT-SC) decidiu retirar o requerimento de adiamento da discussão dos destaques ao relatório-geral do Orçamento da União para 2002. Se aprovado, o requerimento paralisaria os trabalhos da Comissão Mista de Orçame nto por 48 horas. Coruja afirmou que a sua atitude é uma demonstração de boa vontade da oposição para manter as negociações em torno da reivindicação do aumento do salário mínimo. Com a volta ao trabalho na comissão, o relator-geral, deputado Sampaio Dória (PSDB-SP), começou a dar explicações sobre os destaques por ele acatados e que alteram a destinação de recursos orçamentários. A oposição havia colocado sob suspeita a interferência dos deputados Paulo Kobayashi e Alberto Goldman, ambos do PSDB paulista, na avaliação dos destaques feita por Dória. O relator afirmou que a ação dos dois tucanos foi apenas institucional na revisão de recursos para ministérios, órgãos públicos e até de emendas de bancadas regionais, como por exemplo, para a prefeitura de São Paulo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.