PCdoB recorre à Justiça para usar fotos de Dilma e Lula nas eleições

Em nota, partido diz que tem ligação histórica com o ex-presidente e que ele não é patrimônio de um partido, mas de todo o povo brasileiro

Lauriberto Braga, especial para O Estado

26 de julho de 2012 | 21h38

O PC do B recorreu nesta quinta-feira, 26, ao Tribunal Regional Eleitoral do Ceará (TRE-CE) da decisão que proibiu o uso eleitoral da imagem da presidente Dilma Rousseff e do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Entre os impedidos de usar a foto, estão o senador Inácio Arruda, candidato a prefeito de Fortaleza e a vereadora Eliana Gomes, candidata à reeleição.

A nota de recurso do PC do B assinada pelo advogado Irapuan Camurça diz que "o PC do B tem ligação histórica com Lula, desde as caravanas da cidadania, passando por todo o governo do ex-presidente e chegando ao governo da presidente Dilma".

O partido destaca ainda que "existe precedente de o próprio Tribunal Eleitoral, na eleição passada, permitir imagens de Lula com candidatos de outros partidos, compreendendo, como nós, que Lula é um patrimônio não de um partido, mas do povo brasileiro como um todo."

Por fim, a legenda afirma que "faz parte do governo Dilma assim como fez do governo Lula".

Tudo o que sabemos sobre:
Eleições 2012PCdoB - CELulaDilma

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.