PCdoB mantém candidatura mas negocia com o PT em Salvador

A vereadora Olívia Santana pode abrirmão da pré-candidatura à prefeitura de Salvador pelo PCdoB eapoiar o petista Walter Pinheiro em troca do apoio do PT acandidatos comunistas no interior baiano e de uma vaga para oSenado na chapa de reeleição do governador Jaques Wagner em2010. A presidente do diretório municipal do PT, vereadora VâniaGalvão, considera fundamental para o sucesso da frente deesquerda a presença do PCdoB. "Para o PT, é importante e necessário que a frente seconsolide, e isso passa pela participação de nossos aliadoshistóricos. Por isso, não vislumbro o PCdoB fora desta frente",afirmou. Apesar de informar que o processo de negociação se mantémaberto, a dirigente petista disse que os nomes do deputadoWalter Pinheiro e da ex-prefeita Lídice da Mata (PSB), deputadamais votada entre os partidos de esquerda na última eleição,estão definidos e vão ser apresentados ao diretório municipalno próximo sábado. Segundo ela, houve apenas um adiamento na data da reuniãopara permitir outros pontos da aliança com os aliados. "A composição da chapa já foi alvo de exaustivasdiscussões. Está definida", garantiu. A vereadora Olívia Santana confirmou que foi procurada pelapetista e admitiu negociar. "O que queremos colocar em pauta é o conjunto. Para nós,interessa discutir a chapa para Salvador, a composição emmunicípios importantes, como Juazeiro, e as eleições em 2010,quando pleiteamos a discussão sobre uma das vagas para oSenado", afirmou. A candidata do PCdoB disse que o eixo da discussão com o PTpassa pela reciprocidade. "Sem reciprocidade, não há condições. Não seremosanexados", afirmou. "Se o PT acha que pode desprezar o segundomaior partido da frente de esquerda, então nós não estaremosjunto com eles", acrescentou. Para o presidente estadual do PT, Jonas Paulo, é possívelchegar a um acordo com os comunistas para "balancear" oconjunto de forças. "Eles querem definir que papel terão e de nossa partegaranto que vamos fazer o máximo para manter a relação damelhor forma possível", afirmou. PT e PCdoB estão negociando a troca de apoios em algunsEstados. Em São Paulo, o PT quer que Aldo Rebelo (PCdoB)renuncie à candidatura para apoiar Marta Suplicy (PT). No Rio,o PCdoB gostaria do apoio petista à Jandira Feghali, o queobrigaria o PT a abrir mão da candidatura do deputadoAlessandro Molon.(Reportagem de Donaldson Gomes)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.