PCdoB diz que não vai se coligar com PT nas eleições em SP

Partido não abrirá mão da candidatura de Netinho de Paula à prefeitura da cidade

Daiene Cardoso - Agência Estado,

20 de junho de 2012 | 20h14

SÃO PAULO - Dirigentes do PCdoB paulista negaram nesta tarde que o partido tenha intenção de abrir mão da candidatura do vereador Netinho de Paula à Prefeitura de São Paulo.

Nesta manhã, eles se reuniram com o pré-candidato petista Fernando Haddad, que convidou a sigla para integrar sua coligação. Segundo o presidente do diretório municipal do PCdoB, Wander Geraldo da Silva, o partido recusou no primeiro momento a oferta. "Fizemos uma visita cortesia (ao Haddad) e é óbvio que ele aproveitou para nos convidar", contou.

Embora os dirigentes oficialmente defendam a manutenção da candidatura de Netinho, o partido não descarta a possibilidade de uma aliança ou com o PT ou com o PMDB. "O PCdoB nunca fecha a porta para a discussão com ninguém, nem para o PT nem para o PMDB", afirmou Wander.

A reunião aconteceu no gabinete do vereador Jamil Murad e estiveram presentes a presidência estadual da sigla, Nádia Campeão, o vereador Netinho de Paula, o ex-ministro do Esporte Orlando Silva (principal articulador pró-aliança com Haddad), além de Wander.

Os caciques do PCdoB ressaltaram que a escolha de um vice na chapa de Fernando Haddad ainda não está em pauta. "Vivemos num cenário político muito positivo para o PCdoB", disse Wander.

Netinho postou nesta manhã em seu perfil do Twitter mensagem dirigida aos jornalistas negando que será vice de Haddad. "Aos jornalistas!! Não serei vice do Haddad. Pronto falei", dizia a mensagem postada perto do meio-dia.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.