PCdoB define apoio ao PT, mas não menciona Dilma

Partido defende candidatura única da esquerda para 'impedir o retrocesso neoliberal' no País

estadao.com.br,

08 de fevereiro de 2010 | 12h13

Em encontro partidário realizado neste final de semana, o Comitê Central do PCdoB oficializou seu apoio ao candidato do PT na corrida à presidência e divulgou um texto indicando as "diretrizes do projeto eleitoral" do partido. No texto, é defendida a candidatura única de esquerda para dar "continuidade ao projeto político iniciado em 2002 com a vitória de Luiz Inácio Lula da Silva", mas a pré-candidata do PT, ministra Dilma Rousseff, não é citada.

 

O documento intitulado "Proposta de resolução do Comitê Central do PCdoB" aponta como objetivos do partido para 2010 "lutar para garantir a vitória do empreendimento político das forças progressistas da nação" e "impedir o retrocesso neoliberal, aprofundando as mudanças na construção de um novo projeto nacional de desenvolvimento".

 

O anúncio formal da aliança só será realizado em abril, segundo o cronograma do PCdoB, mas a mensagem do partido em apoio a uma candidatura única da esquerda enfraquece às pretensões do deputado federal Ciro Gomes (PSB-CE) de disputar a presidência.

 

Pelo cronograma do partido, a aliança com o PT só será formalmente anunciada em abril, num segundo encontro partidário. Antes, o partido quer aguardar a definição oficial do PT.O PCdoB fazia parte do já desfalcado bloquinho (PSB, PDT, PC do B, PRB e PMN). O PDT já havia anunciado adesão à candidatura de Dilma.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.