PC do B pode encerrar ciclo do PSDB em Jundiaí

Deputado estadual pelo PC do B, Pedro Bigardi conseguiu levar a disputa na cidade pela primeira vez na história para o segundo turno

Ricardo Brandt, de O Estado de S. Paulo,

27 de outubro de 2012 | 20h48

JUNDIAÍ - Com boa vantagem nas pesquisas até o fim da campanha, o candidato do PC do B Pedro Bigardi vai às urnas neste domingo, 28, com chance de derrotar o rival Luiz Fernando Machado (PSDB) e quebrar uma hegemonia de 20 anos dos tucanos na cidade. Com PIB per capita de R$ 47.396, Jundiaí está entre as dez cidades mais ricas do Estado de São Paulo.

 

Deputado estadual, Bigardi conseguiu levar a disputa em Jundiaí pela primeira vez na história para o 2º turno. Sua candidatura inverteu o cenário historicamente dominado por tucanos, quando o prefeito Miguel Haddad (PSDB), em seu terceiro mandato e uma das principais lideranças da cidade, decidiu às vésperas do início da campanha desistir da reeleição, por causa da Lei da Ficha Limpa.

 

De olho nas jovens lideranças que estão despontando no cenário político nacional, Haddad indicou para seu lugar o deputado federal Luiz Fernando Machado (PSDB), de 35 anos. Na campanha, este adotou o discurso do continuísmo de governo para herdar os votos de seu padrinho.

 

Bigardi recebeu o apoio de líderes nacionais do PT e por uma diferença muito pequena deixou de vencer a disputa no 1º turno: faltaram-lhe 48 votos. Ao longo do 2º turno, a vantagem do candidato do PC do B diminuiu e a disputa ficou mais intensa. Ainda assim, Bigardi continua com grandes chances de derrubar um domínio de duas décadas dos tucanos na cidade.

 

 

 

Tudo o que sabemos sobre:
Eleições 2012Jundiaí

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.