Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Pauta do plenário da Câmara está trancada por 11 MPs

Sem expectativa de votação nesta semana na Câmara, duas medidas provisórias (MPs) perderão a validade nos próximos dias. A MP 491, que criou o programa Cinema Perto de Você, vai perder a eficácia hoje, e a MP 492, que trata de parcelamento de dívidas de contribuições previdenciárias de municípios, na próxima segunda-feira. Depois de quatro meses sem votação na Casa, a pauta do plenário está trancada por 11 medidas provisórias e outras oito estão na lista de votação.

DENISE MADUEÑO, Agência Estado

03 de novembro de 2010 | 15h57

Além da votação das MPs, a prioridade do governo é aprovar o projeto de Orçamento da União para o próximo ano e o projeto que muda de concessão para partilha o regime de exploração do petróleo da camada pré-sal. A sessão do plenário está em andamento hoje por volta das 14 horas e os deputados aproveitam para fazer discursos na volta dos trabalhos após o segundo turno eleitoral.

O presidente da Câmara e vice-presidente da República eleito, Michel Temer (PMDB-SP), está se dedicando mais a tratar de questões relacionadas à composição do próximo governo. Ele esteve com a presidente eleita, Dilma Rousseff, na manhã de hoje. Até as 14h30, 150 deputados, do total de 513, haviam registrado presença na Casa. Para iniciar a votação de medida provisória, são necessários 257 deputados, pelo menos.

Tudo o que sabemos sobre:
pautaCâmaraMPs

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.