Paulo Renato vai tirar férias de três semanas

A assessoria do ministro da Educação, Paulo Renato Souza, informou hoje que ele entrará em férias de três semanas no dia 19 de dezembro. "A agenda dele vai ser desacelerada porque não convém que ele fique submetido ao estresse. Paulo Renato já tem cinco pontes, três de safena e duas de mamárias", disse o secretário particular do ministro, Raul Christiano Sanchez.Os compromissos para a próxima semana, no entanto, serão mantidos. Na terça-feira, ele apresentará, em Brasília, um balanço do programa Bolsa-Escola e, na quarta, anunciará o resultado do Provão, também na capital federal.Submetido a um cateterismo hoje no Instituto do Coração (Incor) do Hospital das Clínicas (HC) de São Paulo, o ministro só deve deixar o hospital neste sábado. Segundo informações do primeiro boletim médico, Paulo Renato encontra-se no quarto, em bom estado clínico. O cateterismo realizado hoje indicou normalidade nas pontes implantadas anteriormente no ministro.Segundo assessores, Paulo Renato não fuma e segue uma dieta rigorosa desde 1995, quando foi submetido a uma cirurgia de revascularização do miocárdio.Os ministros do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Sérgio Amaral e da Ciência e Tecnologia, Ronaldo Sardenberg, visitaram hoje o ministro da Educação. Na saída do hospital, Amaral falou rapidamente com a imprensa e disse que ficou satisfeito com o resultado positivo do exame, mas que não teve a oportunidade de conversar com o ministro porque ele estava dormindo. Sardenberg não falou com a imprensa. Paulo Renato está acompanhado no quarto pelos familiares.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.