Paulo Renato pede que FHC pague professores

O ministro da Educação, Paulo Renato Souza, enviou ao presidente Fernando Henrique Cardoso exposição de motivos sugerindo o desbloqueio dos salários de outubro dos professores universitários, em greve há três meses. Pela manhã, o Superior Tribunal de Justiça (STJ) notificou o ministro para que efetuasse o pagamento dos salários bloqueados. Um decreto assinado pelo presidente na última semana centralizou no Palácio do Planalto a decisão sobre liberação de verbas para pagamento de salários do funcionalismo. O decreto e o bloqueio dos vencimentos dos professores criaram uma crise entre o Executivo e Judiciário.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.