Paulo Renato defende senador de acusações

O ministro da Educação, Paulo Renato Souza, saiu em defesa do líder do governo no Senado, José Roberto Arruda (PSDB-DF), acusado de envolvimento na violação do painel de votação do Senado. "Eu confio que o senador não tenha praticado nenhum ato ilegal, um ato que não seja de acordo com as normas parlamentares", afirmou o ministro, ao deixar a cerimônia de abertura do 8º Fórum Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação, esta manhã. Indagado se Arruda deveria se afastar da liderança do governo por causa da acusação, Paulo Renato preferiu não se pronunciar. "Isso é um assunto interno do Senado e da bancada", disse o ministro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.