Paulo Paim cogita trocar o PT pela Rede de Marina

'A Rede é algo que me agrada', disse o senador

Gabriela Lara, O Estado de S.Paulo

30 de setembro de 2015 | 02h02

O senador Paulo Paim (PT-RS) disse que só uma alteração de cenário "difícil de ocorrer" será capaz de evitar sua saída do partido no qual milita há 30 anos. Ele cogita migrar para a Rede Sustentabilidade da ex-ministra do Meio Ambiente Marina Silva. "A tendência é para um desembarque", disse. "Eu diria que a Rede é o novo, é algo que me agrada, me chama atenção pela forma diferenciada como está sendo construída."

A insatisfação de Paim com o governo ficou mais evidente quando ele encabeçou o grupo de parlamentares da base aliada que votou contra as medidas de ajuste fiscal que mexiam com direitos dos trabalhadores. "Olho para o governo com uma política (econômica) de aumentar a taxa de juros, de só falar em cortes, em impostos. É uma política recessiva", disse. "Ninguém confia mais no governo que nós elegemos. E quem está falando isso somos nós (do PT). O PMDB faz críticas duras e o PT também faz.

Tudo o que sabemos sobre:
paulo paim

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.