Paulo Octávio surpreende e se mantém no governo do DF

O governador em exercício do Distrito Federal, Paulo Octávio (DEM), surpreendeu hoje ao declarar que vai se manter no cargo "por pelo menos mais alguns dias". O governador admitiu que já tem sua carta de renúncia pronta, mas que ouviu apelos e decidiu continuar na função para garantir a governabilidade de Brasília.

AE, Agencia Estado

18 de fevereiro de 2010 | 17h27

Paulo Octávio classificou a atual crise política do Distrito Federal de "pior crise" dos 50 anos de Brasília e que, neste momento, quer ser um "facilitador". "Quero ser parte da solução do problema", afirmou no pronunciamento à imprensa nesta tarde.

O governador em exercício citou o encontro com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva nesta manhã que, segundo ele, o teria recomendado que permanecesse no cargo por mais alguns dias. Paulo Octávio acrescentou que não pretende se candidatar nas próximas eleições.

Tudo o que sabemos sobre:
mensalãoDFPaulo Octáviorenúncia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.