Paulo Bernardo diz que caso Palocci deve se resolver hoje

O ministro do Planejamento, Paulo Bernardo, que acompanhou o presidente Luiz Inácio Lula da Silva na viagem a Curitiba para a abertura da Conferencia sobre Diversidade Biológica, disse que acredita que a situação do ministro da Fazenda, Antonio Palocci, será resolvida ainda hoje."Essa discussão já tem algum tempo e precisamos esclarecer essas denúncias que foram feitas, e colocar as coisas em pratos limpos", acrescentou. Questionado se Palocci tem condições políticas de permanecer no cargo, Bernardo disse que na sua opinião, sim. "Mas isso depende da conversa que ele (Palocci) teve com o presidente (ontem, na Granja do Torto), e da forma como o presidente pretende encaminhar isso".Sobre a possibilidade do líder do governo no Senado, Aloizio Mercadante, substituir Palocci, Bernardo afirmou: "Eu li nos jornais que sim. Acho que Mercadante certamente é um quadro político e técnico preparado. Se ele for chamado pelo presidente, pelo que li, ele está à disposição. É uma coisa excelente e acho que vai fazer um bom trabalho. Mas quero dizer que é o presidente que vai resolver".Paulo Bernardo disse que ainda vai conversar com o presidente sobre a sua permanência no Ministério do Planejamento. Bernardo disse que gostaria de disputar as eleições para deputado federal, mas que se for a vontade do presidente, continuará no cargo. "Essa conversa teve início na semana passada e terminaremos nesta semana", disse.A expectativa é que amanhã Lula deverá se reunir com todos os ministros que estão prestes a deixar o governo para concorrer às eleições de outubro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.