Paulinho não apoia Protógenes em disputa por Senado

Presidente estadual do PDT afirma que partido lançará candidato próprio ao cargo no Congresso

Gustavo Uribe, AE

02 de setembro de 2009 | 17h42

O presidente estadual do PDT, deputado federal Paulo Pereira da Silva, o Paulinho, disse que o PDT não apoiará Protógenes Queiroz em uma eventual candidatura ao Senado Federal nas eleições de 2010. O delegado afastado da Polícia Federal, mentor da Operação Satiagraha, que culminou na prisão do banqueiro Daniel Dantas, anunciou na tarde de hoje sua filiação ao PCdoB. Protógenes deve ser lançado a um cargo eletivo por São Paulo nas eleições do ano que vem, mas ainda não decidiu se sairá como candidato a deputado federal ou senador.

Veja também:

linkProtógenes é intimado pela PF momentos antes de filiação    

 

Paulinho assegurou que Protógenes contará com o apoio do PDT em sua entrada na vida pública. Entretanto, o pedetista fez uma ressalva: "Protógenes não terá o nosso apoio caso se candidate a senador." Nas eleições do ano que vem, estarão em jogo no Estado de São Paulo duas vagas ao Senado Federal. De acordo com Paulinho, o PDT tem direito a lançar candidato a uma delas entre as legendas do bloco de apoio de esquerda, formado por PT, PCdoB, PDT, PTN, PRB e PSB. "Uma delas é do (Aloizio) Mercadante. A outra é do PDT por direito", ressaltou o pedetista. Questionado sobre quem são os eventuais candidatos pedetistas ao Senado, Paulinho foi direto: "Eu já propus o meu nome", respondeu.

Desde que anunciou, no final do ano passado, o desejo de disputar as eleições em 2010, Protógenes foi cortejado por cinco legendas, entre elas o PDT. Paulinho confessa surpresa com a decisão do delegado em optar por uma candidatura pelo PCdoB. "Esperávamos que ele escolhesse o PDT." Mas o pedetista afirma que vê com bons olhos a escolha de Protógenes. "A opção por um partido de esquerda nos deixa feliz", afirmou o pedetista. Paulinho ressaltou que, assim como o PDT, o PCdoB faz parte da base de apoio ao governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. "No PCdoB, Protógenes será nosso aliado", completou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.