Paulinho diz ver com bons olhos candidatura de Campos

O presidente da Força Sindical, deputado federal Paulo Pereira da Silva, o Paulinho (PDT-SP), afirmou nesta segunda-feira que "vê com bons olhos" a pré-candidatura do governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB), à presidência da República em 2014. Ele ponderou, no entanto, que não pode afirmar se a central sindical ou seu partido embarcariam numa eventual campanha de Campos pelo Planalto. "A candidatura de Campos é a oportunidade que a esquerda tem de discutir uma alternativa (de poder), o que não tínhamos antes. E eu acho que tem de ter essa alternativa", disse. Apesar disso, ele evitou falar em eventuais apoios: "Não dá para dizer que vamos apoiar porque a Força é uma central plural."

GUSTAVO PORTO E RICARDO CARVALHO, Agência Estado

08 Abril 2013 | 18h53

Em evento na Força Sindical, na tarde desta segunda-feira, que teve a participação do governador pernambucano, Paulinho teceu elogios a Eduardo Campos e criticou duramente a gestão petista. "Estamos bastante incomodados com os quase três anos de governo Dilma." Já Campos evitou falar em campanha presidencial e, mais uma vez, tergiversou ao ser indagado se o seu partido poderia deixar a base de apoio do governo federal. "Nós apoiamos este projeto há muitos anos, desde 1989. Nunca apoiamos em função de cargos e o que preside nossa relação são outras questões", disse.

Questionado se uma eventual saída da base aliada poderia prejudicar de alguma forma o controle do PDT sobre o Ministério do Trabalho, Paulinho disse entender que a pasta "faz parte do acordo (das eleições) de 2010", quando os pedetistas apoiaram Dilma. "Não tem nada a ver com 2014".

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.