Patrus Ananias é mais um aliado da equipe econômica

O ministro do Desenvolvimento Social e da Segurança Alimentar, Patrus Ananias, disse estar empolgado com a equipe do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, acrescentando que na reunião de sexta-feira na Granja do Torto as exposições feitas pelo presidente do Banco Central, Henrique Meirelles, e pelo ministro da Fazenda, Antônio Palocci, foram muito consistentes. "O ministro Palocci devia ser cumprimentado, dizendo que nossos compromissos continuam sendo com a distribuição de renda, com a justiça social, com os pobres. E o presidente Lula encerrou a reunião do Ministério deixando muito claro que o grande elan do governo é a retomada do crescimento, é o desenvolvimento econômico com distribuição de renda e com justiça social", afirmou Patrus em entrevista ao programa Canal Livre, da Rede Bandeirantes.Mais elogiosPatrus Ananias não quis comentar a decisão do Copom de manter em 16,5% a taxa básica de juros (a Selic), sob o argumento de que essa é uma área a ser tratada pela equipe econômica. Mas deu seu recado de que está afinado com Palocci e Meirelles: "Eu chamaria a atenção para o seguinte: verifiquem a queda que aconteceu no decorrer de 2003. Se não houve a queda agora, olhe a queda geral. Você não pode prestar atenção apenas num momento?, disse. Ele considera que no primeiro ano do atual governo, a política econômica ?foi muito consistente, cautelosa, mas no sentido de garantir a ordem na casa, o equilíbrio?. ?Acho que foi uma grande vitória do governo essa questão (da redução) do risco Brasil, do controle da inflação", afirmou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.